quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

No momento que dissemos...Sim!

Olá eternas noivas,

Hoje passei o dia pensando no que é ser Noiva/Noivo, ou seja, estar próximo  ao tão realista e confiante sim da sua vida. Relembro uma época de grande ansiedade, escolhas,  provas, decisões, orçamentos, listas de convidados, canções, ensaio e muito, muito mesmo, assunto sobre o SEU casamento. Afinal para aqueles que realmente querem realizar tanto a cerimônia quanto a recepção este é um momento único e talvez, egocêntrico. Embora tenha algumas pessoas que vão torcer o nariz para esta afirmação ao longo dos anos passam a entender esta motivação.

Você já ouviu aquele ditado " Cuidado não fale demais porque você vai provar deste mesmo veneno" é bem assim, uma hora ou outra, você será a Bridezila . Não importa o tamanho ou o orçamento que os nubentes possam ter se é um sonho faça acontecer. Seja na Igreja, na Capela, na Sinagoga, na praia, debaixo d'água, onde vocês quiserem.

Quando entrei nas minhas redes sociais fiquei muito contente com a quantidade de pessoas que foram dar uma lida ou curtiram e até mesmo contaram um pouquinho da sua história
- É a sua vizinha que te para e conta como foi o vestido dela e como o noivo participou. São suas queridas amigas que comentam como foi lindo aquele dia e o delas também e pelo visto até algumas Fãs, se posso considerar assim, contanto o porque do lugar, do vestido, do sapato...

E depois de muito refletir, aliás colocando em prática um pouco da minha formação em jornalismo que até então estava adormecida resolvi que iria contar de coração aberto um pouco das experiências que vivi ao longo dos meus 36 aninhos e nestes 5 anos em produzir eventos.

 A primeira dica que eu poderia dar, e que provavelmente vocês já receberam, é aproveitem. Passa tudo muito rápido.
 Eu curti e curti muito os preparativos( afinal eu nasci para isto -risos), idealizei cada cadeira, escrevi o setor de cada convidado, fiz as planilhas e olha que para mim isto era como brincar de boneca, mas na hora H fiquei atordoada. Não, não foi na igreja! Eu entrei linda ao som de pompa e circunstância. Lembro de tudo que o Padre Moretto da Igreja Santa Margarida Maria nos falou na hora da Ave Maria, aquele momento onde as alianças estão sendo abençoadas. Foi na tão esperada Festa. É, meus queridos, na festa onde devemos brindar com os amigos, conversar com a família, receber os comprimentos enfim na hora da bagunça!!!

Eu estava tão preocupada no que os outros estavam achando, se tudo estava como eu havia planejado, se a bebida estava gelada, se as pessoas estavam dançando... Que algumas pessoas olhavam para mim e falavam: Relaxa Rafa!!!!!! Meu Marido é demais!!! Ele nasceu para dar festa, ele curte, ele conversa com todos é um verdadeiro Leonino, é um astro, o Rei da selva( depois de 17 anos apaixonada). Quando comecei a dançar, a beber e a fumar ( Pois é, sou fumante nas horas vagas - mais risos) já era quase duas da manhã e todos, provavelmente todos já estavam bêbados e dali para o fim passou como um furacão. Enfim quando me dei conta já estava em lua de mel e a ficha caiu. Caramba, acabou já!!!!

Olha também não estou falando para vocês saírem aloprando, bebendo todas porque do mesmo jeito que o meu, não será curtido como deveria. SEM EXAGEROS!

A segunda dica é: Esqueça o que os outros querem e pensem no que vocês querem. Claro, com todo o jogo de cintura e educação que papai e mamãe depositaram em vocês. A partir deste momento os dois é que serão a família, a estrutura, os amigos e os companheiros. Pai, Mãe, Sogra, Sogro podem sim opinar, participar, mas lembrem-se agora a vida é de vocês. ( E olha que sou mãe de 2 meninos estou me preparando psicologicamente para isto, mas deixemos para outro momento).
Quer passar o dia da noiva rodeada das suas amigas como minhas queridas Mônica, Marcelle, Manuela , Carla que passe hora bolas!!!!

Terceira dica para as famílias onde um dos pais ou ambos já faleceram faça o que o casal se sentir melhor: Se quiser entre Só, com irmão, com o padrasto, avô, com foto no buquê e etc. O momento é dos noivos e não dos convidados ou familiares desejam. Minha prima Mirella casou 2 meses após o falecimento do seu amado pai e entrou encantadora com a foto dele no buquê.

E os padrinhos, ops! assunto complicado, porém mais uma vez entendo o casamento é de vocês quer colocar seus  amigos e familiares e a lista é imensa como da minha Noivinha e cunhada Joana e Berê que coloquem!!!!

Daí temos as famílias modernas... os pais que não se falam... a mãe que quer decorar... o vestido que a sogra quer escolher... as simpatias que você deve fazer.... AHHHHHHH!!!

Caramba me dei conta que são tantos assuntos que dá para um livro ou um milhão de posts. E o meu trabalho é decorar, criar o ambiente, no entanto, acredito que lidar com noivos, aniversariantes, crianças é transformar aquele sonho em realidade, aquele sentimento em algo concreto é mostrar o estilo de cada um. Nossa! que responsabilidade.

Você ama tanto aquela pessoa que deseja celebrar, gritar, demostrar, formalizar todos estes atos de amor, assim como, a querida Thais Rizzo que me falou ter feito uma homenagem quando tentou de certa forma reproduzir o vestido que sua mãe havia casado anos atrás.

O amor é lindo!!! Vamos celebrar!!! Valorizar aqueles que estão próximos afinal de contas isso sim é a verdadeira Felicidade.

Espero que tenham gostado e que sejam felizes para sempre!!!!

Não poderia jamais deixar de colocar algumas fotinhos para nos deliciarmos com cada história.








Um comentário:

  1. Esse primeiro casal. Sem comentários...... Lindos por dentro e por fora

    ResponderExcluir