sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Chapéu, usar ou não?

A palavra CHAPÉU provém do latim antigo "cappa", "capucho" que significa peça usada para cobrir a cabeça. As primeiras modalidades de proteção para cabeça surgiram por volta do ano 4.000 a.C.

Mais tarde originaram-se os turbantes, as tiaras e as coroas, usadas por nobres, sacerdotes como símbolo de status social. Na Antiga Roma (por volta do ano 1.000 a.C.), os escravos eram proibidos de usar chapéus.
Na Idade Média as mulheres eram obrigadas a usar chapéus. Por incrível que parece é daí que se originou o Véu da Noiva e as Mantilhas espanholas.
Hoje em dia o chapéu tornou-se um acessório que protege a cabeça e o rosto, mas por condições climáticas como sol ou  frio. Embora tenha algumas pessoas que tendem a usar como expressão, um atrativo de extravagância, fashionismo ou compor um modelito.
Sou apaixonada por chapéu! Na praia desde de nova, não vivo sem, por incrível que pareça sempre era a única que tinha vários modelos e quanto maiores e mais extravagante mais eu gostava. rs
Em casamentos no exterior, principalmente na Inglaterra, que normalmente começam no horário da tarde os convidados usam muito o acessório. Acho que dá um toque espetacular, as vezes, um ar de nobreza ao evento. tendo em vista que é comum a Rainha, princesas e duquesas sempre utilizarem o acessório.

Apesar de não seguir muitas tendências e sempre me manter meu estilo, não tem jeito, tem horas que você vai gostar e querer usar literalmente o que está na cabeça de todo mundo. E vamos usar e abusar deste acessório, para quem gosta é claro!!!!!
Segue alguns modelos que morri de paixão e vocês? tem algum comentário?










Nenhum comentário:

Postar um comentário